Segundo fonte oficial dessa autarquia do distrito de Aveiro, Jorge Vultos Sequeira manteve-se sempre em teletrabalho durante a convalescença, o mesmo acontecendo com os vereadores e outros funcionários municipais que, identificados como contatos próximos do autarca socialista, ficaram em quarentena preventiva.

Nenhuma dessas pessoas foi diagnosticada com o vírus SARS-CoV-2 e todas retomaram já funções no edifício da Câmara, juntando-se-lhes esta quarta-feira de manhã também o presidente.

Numa comunicação pública na rede social Facebook, Jorge Vultos Sequeira informa que o resultado do teste de hoje foi negativo e agradece "o cuidado extraordinário dos profissionais do Centro de Saúde [de São João da Madeira] até ao dia de hoje".

O novo coronavírus responsável pela presente pandemia de covid-19 foi detetado na China em dezembro de 2019 e já matou mais de 1,1 milhões de pessoas em todo o mundo, infetando mais de 40,4 milhões.

Em Portugal, onde os primeiros casos confirmados se registaram a 02 de março, o último balanço da Direção-Geral da Saúde indicava 2.213 óbitos entre 103.736 infeções confirmadas.

No caso específico de São João da Madeira, concelho com cerca de oito quilómetros quadrados de área, uma população residente de 21.700 habitantes e uma população móvel de aproximadamente o dobro, o último relatório epidemiológico da autarquia foi publicado hoje e, embora não indicando o número de casos ativos nem óbitos, refere 103 cidadãos sob vigilância médica e um total acumulado de 212 casos de infeção desde o início da pandemia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.