Os primeiros sinais da presença da covid-19 ocorreram no final de semana passada, após o que foram testados todos os utentes e colaboradores da instituição, havendo ainda a registar “11 casos negativos, tendo estes sido transferidos para a Pousada da Juventude do Porto”, acrescentou o autarca.

O centro foi hoje vistoriado pela Comissão Covid da Proteção Civil de Gondomar, com a presença do delegado de saúde e da Segurança Social, revelou Marco Martins que assegurou “toda o apoio da autarquia, à semelhança do efetuado noutras situações”.

Na página da instituição no Facebook, é anunciada a contratação de colaboradores, com entrada imediata, através de contratos de substituição ou via Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), tendo Marco Martins acrescentado que “desde a semana passada estão a trabalhar no centro seis funcionárias das brigadas da Segurança Social”.

“Ainda hoje seguiu uma grande quantidade de material [de proteção] para o centro, depois de já na semana passada ter sido feito um primeiro envio desse material. O centro não tem nenhuma necessidade de equipamento”, disse.

O autarca desconhece se dos positivos, entretanto, algum teve de ser internado.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.129.368 mortos resultantes de mais de 99,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.721 pessoas dos 643.113 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.