O maior surto, com 66 infetados, foi detetado no lar e unidade de cuidados continuados do Complexo de Santa Bárbara, afirmou a mesma fonte à agência Lusa.

Na instituição, foram testadas 153 pessoas, das quais 66 tiveram teste positivo à covid-19, sendo 42 utentes e 24 profissionais.

Na Casa de Repouso Vila Loba foram testadas 46 pessoas, estando 35 com teste positivo, das quais 26 são utentes e nove são funcionários.

Na residência de acolhimento de jovens da Casa Pia, na Areia Branca, 15 jovens e seis funcionários estão também infetados.

Um outro surto, com sete casos positivos (dois utentes e cinco funcionários), surgiu no lar do Centro Social e Paroquial da Moita dos Ferreiros, onde foram testadas 82 pessoas.

Já no lar da Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã, de um total de 111 que fizeram teste à covid-19, surgiram três infetados: um utente, que veio a falecer, e duas funcionárias.

Os dados acerca destes surtos enviados hoje à agência Lusa por fonte da Câmara Municipal da Lourinhã reportam-se a sexta-feira, não tendo ainda a autarquia números mais atualizados.

Desde o início da pandemia, a Lourinhã contabiliza 762 casos confirmados, dos quais 208 estão ativos, 539 recuperaram e 15 morreram, segundo o último boletim epidemiológico da Comunidade Intermunicipal do Oeste, região a que pertence o concelho.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.