Em comunicado enviado à Lusa, os CTT apontam o dia 14 para a reabertura da Loja CTT em Terras de Bouro, no distrito de Braga, que funciona desde outubro no mesmo local da antiga loja, como posto dos correios.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo, explicou que, quando os CTT anunciaram o encerramento da loja, a autarquia "resolveu assumir todo o expediente e despesas de funcionamento para assegurar um posto CTT" na sede do concelho.

"Desde outubro [de 2019] até ao dia 11 temos sido nós, câmara municipal, a assegurar todo o serviço e pagamento dos funcionários. O posto CTT continuou a funcionar no mesmo local onde funcionava a Loja CTT e todos os serviços foram mantidos", explicou o autarca Manuel Tibo.

Na segunda-feira, referiu, "o funcionamento dos serviços passa novamente para os CTT, que vão reabrir o espaço novamente como Loja CTT".

O autarca disse ainda esperar "que esta transição decorra sem problemas" e que está "confiante que a qualidade dos serviços, agora prestados novamente pelos CTT, se mantenha".

No comunicado, os CTT explicam que a Loja de Terras de Bouro é "a 24.ª Loja em sede de concelho a ser reaberta, no âmbito do compromisso público dos CTT de reabrir Lojas únicas em sede de concelho, tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos".

A empresa informa ainda "que não existe um cronograma definido para a reabertura de lojas CTT, dado que é necessária uma análise detalhada a todas as variáveis envolvidas para que se efetue a reabertura".

"Até ao momento da reabertura, as populações têm em cada local um posto de correio que presta todos os serviços do serviço público universal e ainda o pagamento de vales de pensões e faturas", lê-se.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.