"Sim tenho um problema de alcoolismo. É um tema que apenas diz respeito à minha intimidade e à minha família. Tenho vivido esse tema com o firme apoio da minha mulher e da minha família", começou por escrever Pedro Rodrigues numa publicação com data desta quinta-feira, dia em que se debateu a Eutanásia no Parlamento.

Aliás, foi essa a razão dada pelo deputado do PSD, e ex-líder da JSD, para não estar presente esta tarde no debate e votação sobre a despenalização da eutanásia, no Parlamento, afirmando que tem “sofrido ataques pessoais inaceitáveis”.

"A ideia de que não posso assumir uma posição política de principio, porque alguém considera que não sou capaz é algo que me repugna profundamente", escreveu.

Em causa está o facto de, entre terça e quarta-feira, Pedro Rodrigues ter avançado aos jornalistas que era o primeiro subscritor de um movimento de alguns deputados do PSD no sentido de avançarem com uma iniciativa legislativa para propor um referendo à eutanásia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.