As detenções ocorreram na maior cidade do país, Almaty, e na capital, Nur-Sultan, no dia em que decorrem as primeiras legislativas do país sob a presidência de Kassym-Jomart Tokayev e que devem confirmar o domínio do parlamento pelo Nur Otan (Partido Popular Democrático) no poder.

Mais de 30 manifestantes que protestavam em Almaty foram detidos, de acordo com a agência de notícias Akipress. Já a agência Interfax refere que um número não especificado de pessoas também foram presas na capital.

O vice-ministro do Interior, Arystangani Zapparov, afirmou hoje que todos os detidos já foram libertados.

Nas legislativas, prevê-se que os cinco partidos concorrentes, na generalidade com ligações ao poder, garantam vantagens simbólicas.

As ‘genuínas’ forças da oposição no país foram excluídas do escrutínio.

O partido no poder, Nur Otan, é liderado pelo antigo Presidente cazaque Nursultan Nazarbayev, que governou durante quase 30 anos, desde a independência do país, em 1991, até 2019, ano em que renunciou ao cargo.

Apesar de ter abandonado a chefia do Estado, Nazarbayev mantém o título de “líder da nação”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.