"A Universidade Nova de Lisboa atribui o título de Doutor Honoris Causa na terça-feira, 20 de junho a Juan Manuel Santos; a cerimónia está agendada para as 14:30, na Reitoria, com a atribuição da distinção pelo reitor da Nova, António Rendas, e contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa", lê-se no comunicado hoje enviado às redações.

O Presidente da Colômbia estudou Economia e Gestão de Empresas na Universidade do Kansas e realizou cursos de pós-graduação na Escola de Economia e Ciência Política de Londres e na Universidade de Harvard, acrescenta o comunicado, que dá ainda conta de que antes de ser eleito Presidente, foi também ministro do Comércio Exterior, das Finanças e Crédito Público e ainda da Defesa Nacional.

"Este reconhecimento é atribuído pela NOVA, desde 1979, às mais diversas personalidades que se destacam em diferentes áreas", conclui o comunicado.

De acordo com o Fundo Monetário Internacional, a Colômbia deverá registar um crescimento económico de 2,3%, devendo acelerar para 3% em 2018.

A Colômbia está desde 2009 a beneficiar de uma linha de crédito do FMI, que disponibiliza mais de 11 mil milhões de dólares para países com políticas económicas fortes e que queiram aceder a fundos para prevenir situações de crise económica.

O Presidente da Colômbia foi agraciado com o Prémio Nobel da paz no ano passado, pelos seus esforços para pôr fim à guerra civil do país, que durou mais de 50 anos e matou pelo menos 220.000 colombianos e provocou seis milhões de deslocados.

O prémio foi também "um tributo ao povo colombiano, que apesar de grandes dificuldades e abusos, não perdeu a esperança de uma paz justa", assim como a todas as partes que contribuíram para o processo de paz, pode ler-se no comunicado do Comité Nobel norueguês.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.