À chegada a uma adega na Vidigueira (Beja), Rui Rio foi questionado sobre a subida do PSD nas sondagens, mas preferiu contrapor com o que sente no terreno.

“Sobre as sondagens continuo a ter a mesma opinião, há uma coisa que eu sei, que sinto, na minha sondagem que deriva dos contactos que faço e da experiência larga que já vou tendo em campanha: não tenho dúvida nenhuma que o PSD está a subir e o PS está a descer um bocado”, afirmou, escusando-se a quantificar quanto.

Sobre as últimas sondagens, que apontam para uma subida do PSD, o líder social-democrata disse conferir-lhes “a mesma credibilidade” que antes e recusou que o PSD alguma vez tenha tido “19 ou 20% nas intenções de voto”.

“Nunca teve, isso é tudo relativamente fabricado para produzir a desmoralização no PSD e no PS a moralização”, afirmou.

Questionado se essa manipulação é feita pelos seus opositores internos, Rio respondeu: “De dentro e de fora”.

“Antes do Conselho Nacional do golpe de Estado em janeiro, surgiu uma sondagem a dizer que tínhamos 19%, antes do Conselho Nacional das listas de deputados saiu uma sondagem a dizer que tínhamos 19 ou 20%, nunca isso foi verdade”, considerou.

O líder do PSD foi ainda questionado porque se referiu como “hipócritas” no Fórum da TSF aos críticos que têm aparecido na reta final da campanha do PSD, em iniciativas sem Rui Rio.

“Com toda a sinceridade, as pessoas que durante um ano e tal andaram a procurar destruir a minha liderança, a direção nacional, chegar à última da hora e aparecerem a dizer que dão um grande apoio, acho que é uma situação hipócrita”, afirmou.

Instado a concretizar a quem se refere, Rio respondeu: “Não vou dar nomes nenhuns, como é lógico”.

“Em termos eleitorais, o que me interessava era dizer que está tudo unido, não digo porque não é isso que eu sinto”, afirmou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.