Durante uma ação de campanha na Feira da Malveira, no distrito de Lisboa, Santana Lopes, preferiu não comentar as sondagens, ao ser questionado pela agência Lusa.

À semelhança da “sondagem” que teve nesta sua passagem pela Malveira, o líder da Aliança disse que tem tido “grande e boa recetividade” por parte dos eleitores, nesta primeira campanha do partido para as eleições legislativas.

“O objetivo é ter um grupo parlamentar e para isso é preciso dois deputados. Agora depende quem for votar e quem se abstiver e daí a proposta que fiz de haver votação à quinta-feira e ao domingo numa primeira fase”, afirmou Santana Lopes à Lusa.

O líder do Aliança, que criticou a ausência de outros órgãos de informação, sublinhou que é preciso “tomar medidas para a participação ser maior” nas urnas.

“Na votação antecipada foi muita gente votar, pode ser que aconteça o mesmo no domingo”, afirmou Santana Lopes, que abordou e foi abordado por cidadãos com quem se cruzou na feira, dizendo no fim que, “no meio do povo genuíno, a receção é sempre boa”.

Santana Lopes “começou a campanha no dia 1 de julho” e, a um dia de terminar, referiu que “o balanço é positivo”, tendo “corrido o país”, ainda que “muitas vezes” sem cobertura jornalística, lamentou.

“Nós temos feito uma campanha de verdade, sem tiradas de humor nem partes gagas”, retorquiu Santana Lopes, incitando os partidos que, “gastaram mais dinheiro na campanha”, mas que dizem que “não querem dinheiro do Estado”, a explicar donde vêm os fundos”.

A comitiva do Aliança cruzou-se com as do PS e do PAN.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.