A medida insere-se no projeto “10 Mil Vidas”, dinamizado pela Associação Nacional de Cuidados de Saúde, que tem como objetivo “a mudança do paradigma do cuidado assistencial à pessoa idosa, a partir da inclusão da tecnologia como método de apoio e prevenção”.

O ‘kit’ é composto por um telemóvel, um ‘smartwatch’, uma central de comunicação e ainda medidores de tensão arterial e adaptadores de glicose, para os idosos que necessitem de controlar esses níveis ou para instituições que irão ficar responsáveis pela monitorização.

A central de comunicação está ligada a uma página de Internet de acesso reservado, onde o cuidador ou a pessoa responsável pelo idoso pode gerir a medicação, consultas, lançar alertas ou criar uma agenda.

O responsável pela pessoa idosa pode ser avisado por email ou verificar através da plataforma na Internet os valores anormais da medição arterial ou glicose no sangue, uma vez que os equipamentos distribuídos estão ligados por uma rede sem fios à estação de comunicação, que transmite os dados para a área pessoal de cada utente.

O projeto “10 Mil Vidas” é objeto de uma candidatura ao programa Portugal Inovação Social, financiado pelo Fundo Social Europeu, tendo como parceiros os municípios que aderiram à iniciativa, com uma comparticipação de 30 por cento.

O projeto é liderado pelo Município, em articulação com instituições particulares de solidariedade social, forças de Segurança e serviços de apoio social.

A Câmara de Albergaria-a-Velha, em parceria com diversas entidades locais, desenvolveu um estudo de identificação da população idosa em situação de isolamento, tendo identificado 125 idosos em situação de isolamento social.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.