As eleições intercalares norte-americanas desta terça-feira trouxeram novidades, certezas e, sabe-se agora, insólitos. Dennis Hof, candidato republicano a um cargo local no estado do Nevada, ganhou a eleição, apesar de ter morrido há um mês.

Dono de vários bordéis, incluindo o popular "Bunny Ranch" (por cá conhecido como "Rancho das Coelhinhas" devido ao programa televisivo transmitido na SIC Radical), tinha o apoio da comunidade evangélica no 36.º distrito do Nevada e a verdade é que derrotou a candidata e educadora democrata Lesia Romanov, ganhando o lugar com cerca de 68% dos votos. Contudo, as autoridades já informaram que será indicado um candidato substituto do mesmo partido para o seu assento, de acordo com a Reuters.

Segundo o The Nevada Independent, foram colocados avisos nos locais de votação para informar os eleitores que Hof tinha falecido, mas os republicanos lançaram uma campanha encorajando as pessoas a votarem nele para evitar que o assento caísse nas mãos dos democratas.

Hof foi encontrado morto no dia 16 de outubro, aos 72 anos, num dos seus seis bordéis no Nevada, o único estado dos Estados Unidos onde a prostituição é legalizada.

Numa entrevista em junho à Reuters no Moonlite BunnyRanch, o bordel perto da sua casa em Pahrump, Hof disse que a sua sorte política [a respeito das eleições] tem paralelos com a do presidente dos EUA, Donald Trump.

"Este é realmente o movimento Trump", disse Hof. "As pessoas vão deixar de lado, por um momento, as suas crenças morais, as suas crenças religiosas, para conseguirem alguém que seja honesto no cargo", referiu.

Chuck Muth, gestor de campanha de Hof, foi um dos muitos que previram no mês passado que Hof venceria no Nevada, explicando que os republicanos tinham uma vantagem de dois para um sobre os democratas.

"Eu sei que os republicanos em Nevada foram massacrados hoje à noite, mas o meu homem, Dennis Hof, esmagou o seu oponente do AD-36 e esmagámos a iniciativa anti-bordel no Condado de Lyon em cerca de 80%", escreveu Muth no Twitter. "Então perdoem-me, mas estou a comemorar."

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.