“Peço-vos: nada de violência, nada de crimes, nada de vandalismo”, escreveu Donald Trump num breve comunicado enviado no momento em que o Congresso se prepara para o acusar pelos acontecimentos no Capitólio na passada quarta-feira.

“Não é o que representamos e não é o que representa a América”, acrescentou. “Apelo a TODOS os americanos a contribuírem para reduzir as tensões”, escreveu ainda.

A Câmara de Representantes dos EUA iniciou hoje a discussão e vai votar de seguida a instauração de um processo de destituição ao Presidente Donald Trump, acusado de ter incitado um ataque ao Capitólio na passada quarta-feira.

Este procedimento segue-se a um pedido formal, discutido na terça-feira à noite, para que o vice-Presidente invocasse a 25.ª emenda da Constituição para retirar poderes a Trump, invocando os riscos da sua manutenção no cargo para a segurança do país, que Mike Pence recusou, alegando que não serve os interesses do país.

O artigo para o novo processo de ‘impeachment’ de Donald Trump - que, se vier a ser aprovado, como tudo indica, será o único Presidente a ser alvo de dois processos de destituição durante o mandato – foi apresentado na Câmara de Representantes, na segunda-feira, acusando o líder republicano de “incitação a insurreição” por ter induzido os seus apoiantes a assaltar o Capitólio, na passada quarta-feira.

Os democratas lutam agora contra o relógio, para conseguir que o artigo de destituição seja aprovado na Câmara e levado a tempo de ser votado no Senado, antes da tomada de posse do Presidente eleito, Joe Biden.

A obtenção de uma maioria simples na Câmara de Representantes para iniciar o julgamento político de Trump parece exequível, mas mais difícil será obter a maioria de dois terços no Senado, ainda controlado pelos republicanos, para conseguir a sua remoção do cargo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.