Ao ex-Presidente do Panamá foi diagnosticado uma crise de hipertensão, doença arterial coronária e ansiedade, e encontra-se nos cuidados intensivos, mas em situação estável, divulgou hoje fonte hospitalar.

Ricardo Martinelli, de 66 anos, foi Presidente do Panamá de 2009 a 2014, e foi extraditado na segunda-feira pelos Estados Unidos depois de ter passado um ano numa prisão federal em Miami.

Martinelli é acusado de ter desviado fundos públicos para montar uma rede de espionagem estatal, e suspeito de ter colocado sob escuta telefónica mais de 150 pessoas, entre elas, jornalistas e políticos.

O ex-Presidente permanecerá internado nesta unidade hospitalar por tempo indeterminado, dependendo da forma como reagir aos tratamentos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.