“Havia a esperança de que o papa Francisco pudesse passar aqui como aconteceu com o papa Paulo VI e que os utentes pudessem ver, mas não vamos ter essa sorte”, disse hoje à agência Lusa o presidente da direção da Ordem Franciscana Secular de Leiria, proprietária do lar.

Segundo Luís Pereira Gomes, os 70 utentes do lar estão “muito dependentes e muito carenciados de cuidados permanentes”, pelo que “vão acompanhar as cerimónias em Fátima pela televisão”.

Maria Emília Santos, natural da Maceira, concelho de Leiria, esteve 22 anos paralítica e começou a andar no final de uma novena aos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto, em 1989.

No final da novena, sozinha no seu quarto, Maria Emília diz que ouviu a voz de Jacinta dizer-lhe "Senta-te, senta-te que tu podes", relatou.

"Ouvi a voz da Jacinta, senti um formigueiro nas pernas e fiquei curada", disse Maria Emília, que desde nova sofria de um problema da medula e que sempre foi devota da Virgem de Fátima e há muito tempo rezava aos pastorinhos.

Maria Emília Santos esteve na cerimónia de beatificação dos pastorinhos, em 2000, no Santuário de Fátima, onde recebeu a comunhão do papa João Paulo II.

Seis meses depois, em novembro, morreu no lar São Francisco, de leucemia, com 70 anos, tendo sido sepultada no cemitério de Leiria.

À Lusa, Luís Pereira Gomes declarou que o lar “não tem nada previsto em particular” para a peregrinação internacional aniversária de sexta-feira e no sábado, na qual o papa Francisco vai canonizar os dois pastorinhos.

“O lar tem imagens de São Francisco de Assis e de Nossa Senhora de Fátima, e ainda dos beatos Francisco e Jacinta Marto”, explicou, sendo que estas duas últimas encontram-se na capela do lar.

Francisco será o quarto papa a visitar Fátima e vai presidir ao centenário dos acontecimentos na Cova da Iria.

Os anteriores papas em Fátima que estiveram em Fátima foram Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010).

O papa presidirá no sábado à cerimónia de canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto, os mais jovens santos não-mártires.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.