Escreve o The Guardian esta quinta-feira, 6 de outubro, que Steven Woolfe colapsou no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, depois de uma discussão em que terá sido agredido por um colega.

O líder interino no UKIP, Nigel Farage, "lamentou profundamente a altercação que teve lugar na reunião dos deputados do UKIP esta manhã". O responsável confirmou que Woolfe "foi levado para o hospital" e que o seu estado de saúde é "sério".

Fontes familiarizadas com o incidente disseram ao The Guardian que Woolfe foi atingido durante uma reunião de deputados do UKIP, mas não ficou imediatamente doente, tendo colapsado quando se dirigia para votar no Parlamento Europeu.

Escreve o jornal britânico que, depois de uma discussão acalorada, Woolfe terá pedido ao dito colega que levasse a discussão para fora da reunião, tendo sido agredido pouco depois. Nigel Farage não terá sido o agressor, adiantou uma fonte ao The Guardian.

Gawain Towler, porta-voz do UKIP, confirmou que Woolfe "ficou subitamente doente e foi levado esta manhã do edifício do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, para o hospital e está a ser avaliado".

Este incidente acontece no meio de uma crise de liderança, provocada pela resignação de Diane James, que se demitiu apenas 18 dias depois de ser eleita líder do partido.

Woolfe, favorito à sucessão de Nigel Farage, foi impedido de se candidatar anteriormente porque entregou a sua candidatura 17 minutos depois da hora limite.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.