Questionado pela Lusa sobre as expectativas que o grupo tem para o final deste ano e para o próximo em termos do desempenho da SIC, principal ativo da Impresa, - e com o mote da apresentação da nova temporada da estação na segunda-feira - Francisco Pedro Balsemão diz que estão "bem preparados".

"Há 12 anos que não éramos líderes, até fevereiro de 2019, e, portanto, o que nós queremos, para o que nós trabalhamos, é para ter o maior número de telespetadores na nossa antena e estamos muito contentes por ter conseguido fazê-lo. Estamos com uma diferença grande [em termos de 'share'] em agosto para a nossa concorrência. Queremos manter esta liderança o máximo de tempo possível, temos todas as condições para o fazermos. Estamos bem preparados para o futuro, conta a nossa solidez financeira, o facto de estarmos todos no mesmo edifício, o facto de termos as melhores pessoas - digo eu - e a melhor tecnologia para o efeito", disse à agência Lusa.

Em 2 de agosto, a SIC anunciou que aumentou as audiências em agosto, segundo dados da GfK/CAEM, liderando há sete meses consecutivos.

A SIC aumentou para 5,1 pontos percentuais a distância para a TVI e lidera no ano de 2019 com 18,8% de 'share', afirmou em comunicado.

"Tomámos uma série de decisões que foram importantes para alcançar este resultado da liderança: reafetámos recursos - não aumentámos orçamento de grelha -, poupámos em determinadas áreas para reafetar noutras áreas e investimos no novo edifício e em nova tecnologia e acho que foi fundamental ter toda a gente debaixo do mesmo teto [no mesmo edifício em Paço de Arcos], com melhores condições, a trabalhar em conjunto e, naturalmente, com uma nova dinâmica que se foi conquistando com a liderança - neste caso, também na informação Expresso e SIC. Trabalha-se de uma forma muito mais integrada. Isso é muito importante para este sucesso", explicou ainda o CEO da Impresa.

Em 05 de setembro, a SIC e a Altice Portugal assinaram um novo acordo para a distribuição dos canais da estação na plataforma da Meo, que é válido por mais três anos, anunciaram as empresas.

"A renovação deste acordo é mais um passo muito relevante na relação entre as empresas, sendo que vem consolidar, uma vez mais, a qualidade da oferta dos melhores conteúdos televisivos aos clientes Meo, assim como, através da comunicação, da tecnologia e dos conteúdos, permitir a sua ligação ao país e ao mundo", referiu a Altice Portugal, em comunicado.

"Numa altura em que a SIC é líder de audiências, com reforço do investimento em conteúdos, em diversificação de produto televisivo e numa nova estratégia e posicionamento, a Altice Portugal assume a sua satisfação com a assinatura deste acordo. Claramente, o investimento do grupo tem dado frutos, uma vez que a SIC generalista é hoje a estação mais vista pelos portugueses, tendo ainda na SIC Notícias uma referência no que diz respeito à informação que é feita em Portugal", disse então o presidente executivo da Altice, Alexandre Fonseca, em comunicado.

Deste modo, a SIC continuará a estar presente em todos os ecrãs dos clientes Meo, em HD (alta definição), com uma vasta oferta de canais de televisão (SIC, SIC Notícias, SIC Radical, SIC Mulher, SIC K e SIC Caras).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.