Em comunicado, o Comando Territorial de Portalegre da GNR indicou que o homem, de 50 anos, e a mulher, de 47, foram detidos no domingo, por militares do Posto Territorial de Campo Maior.

Segundo a GNR, “no âmbito de uma ação de patrulhamento numa área rural ocupada com olival, no concelho de Campo Maior, os militares da Guarda surpreenderam os dois suspeitos quando realizavam a colheita de azeitona para o interior de um veículo, sem a autorização do respetivo proprietário”.

No decorrer das diligências, os suspeitos foram detidos, tendo sido aprendidos 200 quilos de azeitona e um veículo, de acordo com o comunicado.

A azeitona recuperada foi entregue ao seu legítimo proprietário e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Elvas, adiantou a Guarda.

A GNR relembra que “a colheita ou apanha de azeitona, ainda que esteja caída no chão, sem o consentimento do proprietário do olival poderá configurar crime contra o património”.

No âmbito da operação "Campo Seguro 2023", a GNR realiza ações de patrulhamento, sensibilização e fiscalização, com o propósito de “evitar crimes de furto, junto de propriedades/explorações agrícolas”, bem como de “reforçar o policiamento para dissuadir e reprimir a prática de furtos nos campos agrícolas”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.