Um homem de 48 anos é o suspeito do crime de furto, especificou a força de segurança, adiantando que a recuperação do kayak, furtado em março e avaliado em cerca de três mil euros, foi possível graças à ação do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Matosinhos, no dia 11 de setembro.

O kayak em causa foi utilizado por Fernando Pimenta na prova que o sagrou campeão do mundo nos Mundiais de Canoagem, em 2018.

“Os militares da Guarda encetaram um conjunto de diligências policiais e de investigação que permitiu a recuperação do referido kayak e a identificação do principal suspeito do furto”, salientou a GNR, avançando que o kayak vai ser entregue ao seu legítimo proprietário.

No final de março, Fernando Pimenta deu conta através das redes sociais do furto, explicando que o kayak se encontrava em exposição na Triauto, seu patrocinador, em Vila do Conde.

“O suspeito, com antecedentes criminais neste tipo de crimes, foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Vila do Conde”, finalizou a GNR.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.