“Às 12:00, o Papa Francisco recitará o Angelus via conexão a partir da capela da Casa Santa Marta. A oração será transmitida ao vivo pela televisão e nos ecrãs da Praça de São Pedro”, informou a Santa Sé em comunicado.

No sábado, o Vaticano anunciou que a agenda do pontífice para esse dia tinha sido cancelada devido ao “ligeiro estado gripal” do Papa.

“As audiências do Santo Padre marcadas para esta manhã foram canceladas devido a um leve estado gripal”, indicou a Santa Sé num breve comunicado.

Entretanto, Francisco efetuou uma TAC (tomografia computorizada) para descartar o risco de complicações pulmonares no hospital Gemelli Isola, em Roma: “O exame deu negativo e o Papa regressou à Casa Santa Marta”, informou o Vaticano.

No sábado, o Papa tinha agendado um encontro com o Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, que foi cancelado, mas os seus compromissos para os próximos dias continuam na agenda, incluindo a viagem do Dubai, na sexta-feira, 01 de dezembro, à cimeira da COP 28 sobre as alterações climáticas.

Na terça-feira, está também prevista a participação de Francisco no encontro de bispos da Conferência Episcopal Espanhola, no Dicastério para o Clero, no Vaticano, e, um dia antes, na segunda-feira, a receção em audiência do presidente do Paraguai, Santiago Peña.

No passado dia 06 de novembro, o próprio Francisco explicou, com voz cansada, que não estava bem de saúde e que preferia não ler o discurso que tinha preparado para receber os rabinos europeus, mas não interrompeu as atividades então previstas na sua agenda.

“Bons dias, saúdo a todos e dou-lhes as boas vindas. Agradeço esta visita, que tanto me agrada, mas não estou bem de saúde e, por isso, prefiro não ler o discurso, mas entregá-lo para que o levem”, disse o Papa, com voz cansada e algo rouca.

Posteriormente, nesse mesmo dia, o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, esclareceu que o Papa estava “um pouco constipado”, mas que as suas atividades iriam prosseguir normalmente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.