"Já foram preenchidas 160 vagas na área de medicina geral e familiar no âmbito do concurso de 2.ª época de 2021 para médicos especialistas no Serviço Nacional de Saúde", informou esta manhã o Ministério da Saúde.

Relativamente a estas 160 vagas ocupadas, "93 situam-se na Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, 32 na ARS de Lisboa e Vale do Tejo, 27 na ARS do Centro, 6 na ARS do Algarve e 2 na ARS do Alentejo".

É ainda referido que as vagas para médicos de família continuam a ser preenchidas, já que, "pela primeira vez, este concurso não encerra com esta escolha, na medida em que o Despacho n.º 12248-A/2021, de 16 de dezembro, permite que, mediante autorização do Ministério da Saúde, as Unidades Locais de Saúde tenham autorização para recrutar médicos e as Administrações Regionais de Saúde para abrir novos concursos para preencher as vagas que não foram escolhidas".

"Para este concurso, foram abertas 235 vagas, o que representa, para a época especial de avaliação, quer o maior número de vagas disponibilizadas para Medicina Geral e Familiar dos últimos seis anos, quer o maior número de médicos recrutados, 160", é explicado.

Com estes 160 profissionais, estima-se que "cerca de 300 mil utentes tenham acesso a médico de família".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.