“Trata-se da primeira fase de uma obra que permitirá a criação de um novo Serviço de Urgência (SU), com um conceito de funcionamento diferente”, referiu fonte daquele hospital, salientando que a segunda parte do projeto encontra-se “em fase de preparação do lançamento do concurso público, estando desde já assegurado o seu financiamento”, que ronda os “dois milhões de euros”.

O novo Serviço de Urgência vai prever “a separação de doentes por áreas diversas, de acordo com a sua condição clínica”, disse.

Segundo a fonte, “o resultado pretendido é que o tempo de permanência dos doentes no SU seja reduzido de forma significativa, privilegiando ao mesmo tempo o conforto e a humanização dos cuidados”.

“Esta nova área [que entrou hoje em funcionamento], com 440 metros quadrados, oferece mais espaço e privacidade para os doentes, deitados em camas e não em macas, e baseia-se no princípio de que os meios de diagnóstico é que se deslocam junto dos doentes”, sublinhou.

Esta primeira fase do projeto do novo SU inclui dois espaços de internamento e duas centrais de monitorização, com uma lotação máxima de 22 camas.

O custo da obra ascendeu a 525 mil euros e foi comparticipada em 250 mil euros pelo programa Portugal 2020.

Com a conclusão, “será possível iniciar a remodelação de todo o SU inserido neste conceito”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.