O consultor imobiliário da empresa Paulo Borges adiantou à agência Lusa que já foi adquirido o imóvel do antigo mosteiro, situado no Largo D. João IV, no centro da vila alentejana, para ser transformado num hotel de "cinco estrelas plus".

Segundo o consultor da "Aureum Group", com sede no Porto, investidores estrangeiros, com coordenação desta empresa, vão investir no novo empreendimento hoteleiro.

Paulo Borges indicou que o "Royal S. Paulo Hotel Resort" já tem o projeto de arquitetura aprovado, estando previsto o início das obras para setembro deste ano, devendo ficar concluídas em 2021.

A nova unidade hoteleira prevê a criação de cerca de 100 postos de trabalho, referiu.

Construído no século XVI, o edifício, classificado como monumento de interesse municipal, que já sofreu várias alterações arquitetónicas e teve diversos usos, como unidade fabril da Sofal, dedicada à refinação de azeites e moagem de farinha, está desde o final do século XX devoluto e em avançado estado de degradação.

Segundo os promotores, o projeto de investimento compreende a reabilitação do edifício do antigo convento, construído em 1590, que será transformado num "resort de luxo e spa", com 70 suites, um spa, piscina exterior e interior, dois restaurantes, jardins e 'villas'.

A empresa do Porto está a investir na hotelaria em Portugal, através da recuperação de imóveis históricos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.