Segundo o IPMA, em risco 'máximo' estão mais de 50 concelhos de Faro, Beja, Santarém, Aveiro, Leiria, Castelo Branco, Portalegre, Guarda, Bragança, Vila Real e Viseu.

O IPMA colocou ainda vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental em risco ‘elevado’ e ‘muito elevado’.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Às 06:00, a Autoridade Nacional de Proteção Civil dava conta de 31 incêndios, cinco em curso, três em resolução e 23 em fase de conclusão.

A esta hora, os incêndios que mais meios mobilizavam eram o da Aldeia do Mato, na freguesia de Aldeia do Mato e Souto, concelho de Abrantes, distrito de Santarém, com 518 operacionais e 167 meios, e o de Paredes, freguesia de Adoufe e Vilarinho de Samardã, no concelho e distrito de Vila Real, com 411 operacionais e 122 veículos.

Também um incêndio no distrito de Castelo Branco, em Unhais da Serra, concelho da Covilhã, mobilizava às 06:00 mais de 100 (135) operacionais, com o auxílio de 38 veículos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.