Um vídeo a circular online mostra um indivíduo sentado com as mãos atadas atrás das costas e a ser questionado sobre o facto de ter roubado telemóveis. À volta do seu pescoço foi colocada uma cobra viva, que os agentes estavam a usar para ameaçar o suspeito e forçá-lo a confessar.

"Quantas vezes roubaste telemóveis?", questiona o agente. "Só duas vezes", responde o suspeito.

No vídeo pode ouvir-se uma voz que ordena o homem a abrir os olhos e que, a certo ponto, ameaça colocar o animal da sua boca ou nas suas calças.

Em comunicado, o chefe de polícia Tonny Ananda Swadaya emitiu um pedido de desculpas, admitindo que os agentes não atuaram de forma profissional e acrescentando que estes agiram por sua iniciativa. A cobra não era venenosa, disse ainda.

"Tomamos ações contra os agentes", disse Tonny Ananda Swadaya, acrescentando que os agentes não atacaram fisicamente o homem.

O caso está a ser investigado pela unidade de assuntos internos e se comprovada a violação da lei ou do código de conduta dos agentes serão tomadas diligências.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.