Para o partido, “as consequências de um crime desta natureza são verdadeiramente devastadoras, não só para a vítima contra a qual são praticados os atos de violência como também, em muitos casos, para as crianças, ainda em desenvolvimento e crescimento”.

Além desta alteração, os liberais propõem ainda outras mudanças na lei tendo em vista a proteção das crianças no contexto de violência doméstica, como a possibilidade de o agressor condenado ser obrigado a frequentar programas de reforço da parentalidade.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.