O concurso foi lançado pelo Comité Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude em outubro de 2019. O logótipo está presente nos materiais de toda a JMJ, sendo o elemento que marca a identidade visual deste acontecimento que junta os jovens de todo o mundo.

Das dezenas de propostas enviadas "dos cinco continentes", as 21 melhores foram selecionadas e avaliadas por profissionais da área do Marketing e Comunicação.

O vencedor, ou melhor dizendo, a vencedora, é portuguesa. Beatriz, de 24 anos, Diretora de Arte e Design "ainda em início de carreira, foi a escolhida.

O logo partiu da "Cruz", a ideia central. Cruz atravessada por um Caminho, "porque foi a forma mais visual de transmitir a passagem", explica Beatriz no vídeo de lançamento da imagem.

"Depois a Cruz foi tomando forma e foi recebendo outros elementos", como o terço. No logótipo, "com as cores de Portugal", é ainda visível o rosto de Maria, "quem está sempre ao lado deste caminho e quem nos ajuda a caminhar para Cristo", e o Espírito Santo, "quem nos ilumina e nos dá direção".

O evento de apresentação contou com a presença de D. Manuel Clemente, Cardeal Patriarca de Lisboa. "Esta imagem mostra ao mundo uma vontade de cumprir aquilo que pediu o Papa Francisco", partilhou.

"Perguntei-lhe, aquando do anúncio, o que é que ele esperava da Jornada Mundial da Juventude em Portugal, em Lisboa, e ele disse apenas uma palavra, mas disse-a muito devagarinho, soletrando: e-van-ge-li-za-ção (Evangelização). E esta imagem é disso mesmo que fala", contou D. Manuel Clemente.

Além da divulgação do logótipo, foi também lançado o site da Jornada Mundial da Juventude que já está disponível.

No Facebook oficial da JMJ foi também divulgada esta semana uma compilação dos vários logótipos criados até agora, desde 1986, ano em que se realizou a primeira Jornada, em Roma.

A próxima Jornada Mundial da Juventude, que se deveria realizar em Lisboa em 2022, foi adiada para agosto de 2023 devido à pandemia de covid-19, anunciou em abril o Vaticano.

"Devido à atual situação de saúde e suas consequências no movimento e agregação de jovens e famílias, o Santo Padre, juntamente com o Dicastério para Leigos, Família e Vida, decidiu adiar o próximo Encontro Mundial da Família por um ano, agendado para Roma, em junho de 2021, e a próxima Jornada Mundial da Juventude, agendada em Lisboa em agosto de 2022, respetivamente em junho de 2022 e agosto de 2023", lia-se na altura em comunicado.

A JMJ é o maior evento organizado pela Igreja Católica. A edição de 2023 tem como tema "Maria levantou-se e partiu apressadamente". Será um acontecimento nunca visto em Portugal, com um custo estimado acima de 50 milhões de euros.

Também devido à pandemia, a cerimónia de passagem dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude do Panamá para Portugal, prevista para 5 de abril, foi adiada para novembro.

Para a angariação de fundos e gestão dos fundos associados ao evento foi criada a Fundação Jornada Mundial da Juventude.

A organização da Jornada Mundial da Juventude tem uma sede provisória em São Vicente de Fora, no concelho de Lisboa, e o Cardeal Patriarca de Lisboa disse em novembro de 2019 esperar que o evento possa ter o mesmo impacto no desenvolvimento da zona entre os municípios de Lisboa e Loures — onde vai decorrer — que a Expo 98 teve no local onde hoje se situa o Parque das Nações.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.