O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais da Madeira, com 39,42% dos votos, mas perdeu, pela primeira vez, a maioria absoluta, elegendo 21 dos 47 deputados, quando estão apuradas todas as freguesias, segundo dados oficiais.

De acordo com informação disponibilizada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, o PS obteve 35,76% e elegeu 19 deputados.

O CDS-PP, com 5,76% dos votos e três deputados, foi a terceira força política mais votada, seguido pelo Juntos Pelo Povo (JPP), com 5,47% e também três parlamentares.

A CDU conquista um lugar, depois de alcançar 1,80% dos votos.

Mais nenhum partido conseguiu eleger deputados para a Assembleia Legislativa da Madeira, que tem um total de 47.

O Bloco de Esquerda obteve 1,74% dos votos, PAN 1,46%, PURP 1,23%, RIR 1,21%, PTP 1%, Aliança 0,53%, Iniciativa Liberal 0,53%, Chega 0,43%, PDR 0,42%, PCTP/MRPP 0,42%, MPT 0,35% e PNR 0,19%.

A abstenção foi de 44,49%, tendo votado 143.190 dos 257.967 inscritos.

Registaram-se 706 votos em branco (0,49%) e 2.530 nulos (1,77%).

Nas regionais de 2015, o PSD segurou a maioria absoluta por um deputado, conseguindo 24 mandatos, o CDS-PP sete, a coligação que juntou PS, PTP, PAN e MPT seis lugares e o JPP cinco.

A CDU (PCP/PEV) e o Bloco de Esquerda elegeram dois deputados cada.

Em 2015, a abstenção foi de 50,42%.

Nota da redação: Artigo atualizado às 22:39 com o apuramento final dos votos na Madeira

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.