Segundo uma nota do Ministério da Administração Interna (MAI), o Regulamento de Prestação de Trabalho em Regime de Piquete e de Prevenção do SEF significa um impacto orçamental, estimado em 2018, no valor de 500 mil euros, sendo que no ano de 2017 o montante pago para este abono foi de cerca de 250 mil euros.

O pagamento deste abono tem efeito retroativo a março de 2018.

O MAI realça que este regulamento vem atualizar o regime em vigor desde 2001, respondendo a uma reivindicação antiga dos inspetores do SEF.

"Durante cerca de 17 anos, os valores a pagar aos inspetores do SEF pela prestação deste serviço essencial sofreram uma significativa desatualização remuneratória, que a Lei do Orçamento do Estado para 2018 permitiu corrigir", refere o Ministério dirigido por Eduardo Cabrita.

A portaria - ainda de acordo com o MAI - "vem dar continuidade à crescente valorização dos profissionais das forças e serviços de segurança já concretizada em 2018".

Segundo o MAI, verificou-se um significativo investimento nas carreiras da GNR, da PSP e do SEF, designadamente por via dos descongelamentos das progressões.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.