Rui Santos afirmou que a “maior operação sanitária de sempre” no concelho de Vila Real” terá início pelas 19:00 e mobilizará dezenas de operacionais, ambulâncias e outro tipo de veículos de várias corporações de bombeiros.

Os 53 idosos com covid-19 vão ser transferidos do Lar de Nossa Senhora das Dores para o hospital da Trofa, localizado na cidade de Vila Real.

Na instituição particular de solidariedade social foram identificadas 88 pessoas com covid-19, em 99 testes realizados, entre as quais 68 utentes e 20 funcionários.

Neste momento, o hospital privado está, segundo o presidente, “sem ocupação” e “permitirá que os utentes possam lá estar durante o tempo necessário para que o lar possa ser desinfetado e recuperado”.

“O que é importante é ter os utentes em boas condições, em segurança e a serem bem tratados”, salientou.

Depois da evacuação do lar, será feita a desinfeção da instituição por uma equipa do Exército.

Os nove funcionários que ainda se encontram dentro do lar irão para suas casas cumprir o isolamento profilático decretado pela delegada de saúde.

O autarca classificou os funcionários da instituição como os "verdadeiros heróis que se mantiveram no seu posto ao último momento".

Esta operação é, de acordo com Rui Santos, um esforço conjunto entre o Ministério da Saúde, através do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) e do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Marão e Douro Norte, dos ministérios da Segurança Social e Defesa, através do Exército, dos bombeiros, Cruz Vermelha Portuguesa e das forças de segurança.

“Este foi o primeiro de outros problemas que iremos enfrentar no nosso concelho. Temos bem consciência de que estamos no início de uma guerra, com a ajuda de todos é possível encontrar soluções”, salientou.

Durante a tarde de hoje, o INEM realizou mais 29 testes à covid-19 a funcionários do lar, os quais não se encontravam nas instalações quando foi detetado o primeiro caso positivo, no domingo.

Na terça-feira foram divulgados 13 utentes e sete funcionários positivos e, na quarta-feira, 11 idosos foram transferidos para o hospital militar do Porto. Dois já se encontravam no CHTMAD.

Na quarta-feira foram realizados mais 75 testes aos restantes residentes e colaboradores que se encontravam nesta instituição particular de solidariedade social.

Precisamente por causa da cadeia de contacto identificada no Lar da Nossa Senhora das Dores, o município acionou na terça-feira o plano de emergência municipal.

A autarquia explicou que esta ativação decorreu essencialmente da “necessidade de aprofundar a articulação entre as várias entidades com um papel na pandemia de covid-19 e de centralizar a informação sobre todas as que

Portugal regista hoje 76 mortes associadas à covid-19, mais 16 do que na quinta-feira, e o número de infetados subiu para 4.268, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil.

(Notícia atualizada às 18:13)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.