O jornalista Manuel Carvalho foi o nome escolhido pela administração do jornal 'Público' para suceder a David Dinis na direção do diário. Dinis demitiu-se na sequência do despedimento, por parte da administração, do diretor-adjunto Diogo Queiroz de Andrade.

Num Comunicado do Conselho de Administração do jornal, a que a agência Lusa teve hoje acesso, “[a] administração do Público vem informar que convidou Manuel Carvalho para exercer o cargo de diretor do Público, o qual aceitou o convite que lhe foi endereçado”, refere a nota.

A administração do jornal detido pelo grupo Sonae adianta que “a formação da equipa de direção será da sua [Manuel Carvalho] inteira responsabilidade”.

Manuel Carvalho fez parte do grupo de estagiário que integrou a primeira redação do jornal detido pela Sonaecom, no final de 1989. Foi jornalista na secção de economia e sub-diretor nas direções de José Manuel Fernandes e Bárbara Reis. Atualmente era redator principal na redação do Porto daquele jornal.

No seguimento da demissão do diretor, a restante direção editorial – integrada também por Tiago Luz Pedro e Vítor Costa – ficou igualmente demissionária, adiantou a publicação no seu sítio.

Em comunicado, a administração do título do grupo Sonae adiantou que a saída de Andrade foi decidida “após um processo de reflexão ao longo das últimas semanas”.

No texto lê-se que “o Conselho de Administração do Público decidiu, nesta segunda-feira, e após um processo de reflexão ao longo das últimas semanas, prescindir dos serviços prestados por Diogo Queiroz de Andrade, que desempenhava as funções de responsável da área digital e de Diretor Adjunto do jornal”.

O Conselho de Administração é presidido por Ângelo Paupério e tem como vogais Cláudia Azevedo e Cristina Soares.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.