Estas são duas das mudanças mais significativas nas listas propostas pelo secretário-geral, António Costa, para o Secretariado (direção) e a Comissão Política, órgãos que estão a ser eleitos em reunião da Comissão Nacional do PS.

Para o Secretariado Nacional do PS, entram ex-membros de governos socialistas como Bernardo Trindade, Jamila Madeira, João Tiago Silveira e Susana Amador, tal como a reeleita presidente da Câmara da Amadora, Carla Tavares.

Deste órgão de direção saem o secretário de Estado da Energia, João Galamba, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e José Manuel Mesquita.

No Secretariado Nacional do PS vão continuar as ministras Mariana Vieira da Silva, Alexandra Leitão, Ana Mendes Godinho e Graça Fonseca, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues e o ex-autarca de Lisboa Fernando Medina.

Continuam no Secretariado Nacional o ministro Pedro Nuno Santos e dirigentes como Porfírio Silva, Pedro Marques, Isilda Gomes (presidente da Câmara de Portimão), o deputado Marcos Perestrello, João Torres, João Azevedo e Pedro Cegonho (estes dois últimos ambos adjuntos).

Luís Patrão, responsável máximo pelas finanças deste partido, e Maria da Luz Rosinha, que coordenou o pelouro das autarquias, que até agora eram membros da Comissão Permanente do PS, vão integrar o Secretariado Nacional.

A lista única para a Comissão Política do PS, encabeçada por Maria de Belém, que foi presidente dos socialistas entre 2011 e 2014, sob a liderança de António José Seguro, tem dez elementos indicados pela tendência minoritária de Daniel Adrião num total de 65 efetivos.

(Artigo atualizado às 14:39)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.