Segundo uma nota do Ministério do Interior de Marrocos, os suspeitos, com idades entre os 25 e os 26 anos, foram detidos nas cidades de Tetuán (norte) e Agadir (sul).

A mesma nota refere que na operação de captura foram apreendidos uniformes militares, armas brancas, material informático e manuscritos que fazem a apologia do radicalismo e incitamento à violência.

De acordo com as primeiras investigações, os suspeitos declararam lealdade ao grupo autoproclamado Estado Islâmico e tinham intenção de “executar operações terroristas em Marrocos com recurso a explosivos e produtos tóxicos”.

O último atentado terrorista em Marrocos ocorreu em abril de 2011 quando uma bomba colocada junto a um café de Marraquexe matou 17 pessoas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.