O Sindicato dos Trabalhadores de Telecomunicações e Comunicação Audiovisual (STT) denunciou hoje, em comunicado, a intenção do Grupo Media Capital de transferir 76 trabalhadores, da área de Operação e Meios da TVI para a EMAV, ao abrigo de um “contrato de cedência ocasional”.

À agência Lusa, fonte oficial do Grupo Media Capital confirmou que “o processo de transferência já está em curso até ao final deste mês, é voluntário e diz respeito a “uma movimentação interna de trabalhadores e meios”, envolvendo 76 pessoas.

Segundo a mesma fonte, o Grupo Media Capital está ainda a perceber, junto dos trabalhadores, “o que vai ou não acontecer” e que o objetivo da operação é “tornar a gestão mais eficiente” dentro do Grupo Media Capital.

Em comunicado, o sindicato refere que o contrato de cedência “teria a duração de um ano, sem qualquer informação sobre o que pensam fazer aos trabalhadores no final desse ano”, tendo já pedido uma reunião de urgência com a direção de Recursos Humanos do Grupo Media Capital “para esclarecimentos e acompanhamento do processo”.

A Empresa de Meios Audiovisuais faz parte do grupo Plural e pertence “ao universo de empresas da Media Capital”, sendo responsável pela “manutenção do parque de equipamentos do grupo” e pela prestação de serviços, como aluguer de equipamento audiovisual, no “mercado externo”, lê-se na página oficial.

“A EMAV opera no mercado Ibérico, trabalhando com a maioria das produtoras e estações emissoras em Portugal e Espanha”, e entre os principais clientes estão as estações de televisão TVI, SIC, RTP ou Sport TV e Eurosport, as produtoras Plural, Coral e Shine Iberia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.