O "Justo" é uma das mais raras moedas entre as que foram a leilão, existindo cerca de 19 exemplares, estando representado nas principais coleções nacionais, segundo a leiloeira.

Esta moeda do reinado de D. João II foi à praça por 70.000 euros.

O segundo valor mais elevado atingido no leilão, foi o “Gentil”, do reinado de D. Fernando (1367-1383). Com um preço base de 40.000 euros, foi arrematado por 50.000.

“Trata-se de uma das mais belas moedas da monarquia portuguesa”, segundo a leiloeira.

Os 500 reais de ouro, moeda cunhada no reinado do cardeal D. Henrique, em finais do século XVI, foi arrematada por 50.000 euros. Esta “moeda extremamente rara” foi à praça por 30.000 euros.

A leilão, além de moedas, foram também medalhas, como uma em ouro, de 1775, de autoria de José Gaspart, comemorativa da inauguração da estátua do rei D. José I.

A estátua, de autoria de Machado de Castro, erigida no âmbito do plano de reconstrução e requalificação da baixa lisboeta, depois do terramoto que sacudiu a cidade em 1755, está colocada no centro da Praça do Comércio, em Lisboa, .

A medalha foi a leilão por 7.500 euros e arrematada por 13.000.

Outras peças de numismática e medalhística foram também à praça, pela leiloeira Numisma, tendo sido arrematadas por valores entre os 700 e os 4.600 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.