De acordo com este meio de informação, uma fonte próxima da família confirmou a morte do arquiteto Diogo Seixas Lopes.

O arquiteto dividia o atelier, fundado em 2006, com a mulher, Patrícia Barbas. O seu projeto mais recente era uma torre de 17 andares na esquina da Fontes Pereira de Melo com a Avenida 5 de Outubro, em Lisboa, e encontrava-se atualmente a preparar a próxima Trienal de Arquitetura de Lisboa, da qual era curador em conjunto com André Tavares.

Diogo Seixas Lopes formou-se em Arquitetura, em 1996, pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e fez o doutoramento no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, tendo publicado a sua tese Melancholy and Architecture. On Aldo Rossi em livro. Esta obra foi considerada um dos livros do ano para o jornal The Guardian, na área de arquitetura.

Consultor do Centro Cultural de Belém, Diogo Seixas Lopes, juntamente com Gonçalo Byrne, assinou em 2012 a requalificação do Teatro Thalia, tendo obtido várias nomeações para prémios.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.