O ator Carlos Santos, que fazia parte do elenco da série da RTP1 Bem-Vindos a Beirais e Terapia, morreu ontem, pelas 20.00, no Hospital de Faro.

A notícia foi avançada no início da tarde desta segunda-feira pela agência que o representava, a HIT Management, através de uma publicação na rede social Facebook. Em comunicado, a Hit Management adianta que o motivo da morte foi um "pós-operatório traumático na sequência de uma intervenção cirúrgica na coluna cervical".

Segundo a mesma publicação, o corpo vai estar hoje a partir de amanhã das 17 horas em câmara ardente na Basílica da Estrela - Capela dos Claustros em Lisboa, e o " funeral realizar-se-á no dia 30/11/16 pelas 16h00 para o cemitério do Alto de São João, onde será cremado".

O ator iria casar-se em dezembro com a, também, atriz Amélia Videira.

O desempenho no filme "Operação Outono", sobre os últimos dias do general Humberto Delgado, valeu a Carlos Santos o prémio de melhor ator de cinema da Sociedade Portuguesa de Autores e o prémio Sophia para melhor ator, da Academia Portuguesa de Cinema, em 2013.

O ator português deixa para trás uma carreira de 53 anos em teatro, cinema e televisão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.