As mulheres vão concentrar-se na Praça dos Restauradores e marchar até à praça do Município, onde serão feitas intervenções.

O mau tempo motivou uma alteração ao percurso inicial, que deveria terminar na Ribeira das Naus, devido ao forte vento que se prevê para aquele local, disse à agência Lusa fonte da organização.

O movimento sublinha, em comunicado, que a contribuição das mulheres para o desenvolvimento do país é “inquestionável e imprescindível”, mas que persistem “desigualdades, discriminações e violências inaceitáveis, que ferem a dignidade”.

O MDM recorda que os direitos consagrados na lei são fruto da luta de muitas gerações de mulheres e defende que é preciso continuar esse trabalho e exigir respeito.

O Dia Internacional da Mulher, 08 de março, assinala-se anualmente para reconhecer o contributo das mulheres para a sociedade e recordar as lutas que travaram por direitos, igualdade e justiça.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.