Em declarações aos jornalistas após a votação que “chumbou” a reposição integral do tempo de serviço dos professores, Fernando Negrão afirmou que, “em democracia, é normal que existam momentos de maior tensão”, este foi “um momento de grande tensão entre os partidos, mas essa tensão vai-se dissipando com o tempo”.

“O diálogo entre todos os partidos políticos, não só do PSD e do PS, naturalmente ressurgirá com naturalidade, porque é essa a essência da democracia”, afirmou, admitindo ainda que, no futuro, voltarão a existir “momentos de maior tensão”.

Negrão explicou que, ao afirmar que o PSD não suportava o PS, frase aproveitada pelo deputado socialista Porfírio Silva para o acusar de “fazer “uma proclamação de ódio”, quis dizer que não apoiava os socialistas.

PSD, PS, CDS-PP reprovaram hoje, em votação final global, o texto proveniente da Comissão Parlamentar de Educação para a reposição integral do tempo de serviço dos professores, que teve o apoio do Bloco, PCP e PEV.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.