“O perigo está no que não vemos, no inimigo oculto, infiltrado, nos inimigos da paz e da estabilidade, nos que conspiram para realizar operações com falsas bandeiras e nos chamados ‘falsos positivos’ (dissimulados)”, disse o Presidente da Venezuela.

Nicolás Maduro falava em Caracas, no ato de saudação anual das FANB, durante o qual precisou que “os peritos nestas modalidades são a narcotraficante oligarquia colombiana, porque batem todos os recordes em dissimulação, engano, mentiras, falsas bandeiras e ‘falsos positivos'”.

O mandatário disse ainda que as FANB devem usar um verdadeiro poder de defesa, que cubra todo o território porque “não há desculpa” para não o controlar e para não exercer a soberania.

Segundo Nicolás Maduro, grupos de Terroristas Armados, Narcotraficantes Colombianos (Tancol) estão a infiltrar-se em território venezuelano em “grupos de 20, 30 e até pessoas treinadas na Colômbia, para matar, roubar, traficar cocaína e preparar ataques”.

“Todos os Tancol, tenham o nome que tiverem, estejam onde estiverem, são inimigos da Constituição, das FANB e da paz da República e devem ser combatidos, no território [venezuelano] com toda a força militar do nosso país”, disse o Presidente da Venezuela.

Maduro sublinhou ainda que uma das mais importantes missões dos militares venezuelanos é “libertar [dos grupos Tancol] todos os espaços fronteiriços com a Colômbia”.

“A Venezuela é vítima da guerra colombiana, a mesma que faz que esse país irmão seja um Estado falido”, frisou o governante.

Por outro lado, ordenou que seja criada, em 2022, uma Zona Económica de Alta Tecnologia das FANB para “acelerar o processo de certificação e autorização de todos os projetos científicos, militares da Venezuela”.

Com “um Conselho Científico Militar e uma Zona Económica Militar, tudo deveria levar-nos a passar da fase de recuperação a 100%. Como a Guarda Nacional (polícia militar) conseguiu todo o equipamento e técnicas militares para uma fase de criação de uma nova técnica, equipamentos, com a tecnologia, engenharia e ciência venezuelanas, e com o apoio e amigos internacionais que bastante nos apoiam em muitas tarefas de criação científica”, disse.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.