Segundo a mesma fonte, “comparativamente à última sondagem, houve uma subida de 60 para 66% na altura do Natal”.

Quanto ao Fim do Ano, um dos principais cartazes turísticos da Madeira, também se registou um acréscimo de “88 para 90 por cento”, um valor “semelhante ao registado no ano passado”.

“Esta é uma média relativa a toda a Madeira, o que significa que a maioria dos hotéis no Funchal estão a 100 por cento”, adiantou.

Ainda anunciou que, dado o crescimento, a Secretaria Regional do Turismo e Cultura da Madeira “pretende fazer mais uma sondagem antes do fim do ano”.

Na apresentação deste cartaz turístico, que tem como motivo os 600 anos do descobrimento da Madeira, no final de novembro, a secretária regional do Turismo, Paula Cabaço, referiu que as perspetivas eram para ocupações de 60 e 88%.

O governo madeirense investe neste programa um total de 3,4 milhões de euros com IVA (que já inclui a iluminação do Carnaval de 2018) e compreende o espetáculo pirotécnico de passagem de ano (oito minutos de fogo disparados de 37 postos e 131.873 disparos), que só por si representa um investimento de 976 mil euros com IVA.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.