"Não há, felizmente, nenhuma localidade em perigo. Esperemos que se mantenha assim", afirmou o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, em declarações à agência Lusa.

O autarca, que se deslocou ao local para acompanhar os trabalhos de combate às chamas, explicou que no terreno estão a ser feitos todos os esforços para controlar o incêndio que lavrava àquela hora entre a localidade de Sobral do Campo e a freguesia de São Vicente da Beira, nas proximidades da barragem do Pisco, no concelho de Castelo Branco.

Luís Correia adiantou que no terreno, além das forças de Proteção Civil e bombeiros voluntários, estão já máquinas de rasto, algumas das quais contratadas pelo município de Castelo Branco.

"Neste momento é o que posso dizer. A Proteção Civil está a tentar controlar o incêndio", concluiu.

Já fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Castelo Branco adiantou que o incêndio mantém-se em curso, sendo que a situação "piorou um pouco".

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), às 19:32 estavam no local seis meios aéreos e 226 operacionais apoiados por 62 viaturas.

O incêndio deflagrou pouco depois das 15:00, próximo da localidade de Sobral do Campo, em Castelo Banco, num povoamento florestal.

(Artigo atualizado às 19:53)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.