Uma espécie invasora de ostras está a atingir a costa Dinamarquesa e a ameaçar as espécies nativas. O tema ganhou eco depois de ter sido partilhado pelo embaixador dinamarquês em Pequim que divulgou um relatório sobre a "praga" destes moluscos.

No entanto, o que viria a surpreender tudo e todos foi a proposta que o diplomata nórdico deixou na rede social Weibo (um serviço idêntico ao Twitter): “Ostras frescas estão a abarrotar na costa, mas os dinamarqueses não estão nada felizes. Visitem a Dinamarca e comam as ostras todas, combinado?”.

Não esperava a embaixada dinamarquesa tamanhas reações ao dito. Em poucos dias a mensagem foi partilhada, comentada e divulgada pelos meios de comunicação social chineses.

O resultado? A internet inundou-se de centenas de receitas para cozinhar as ditas ostras. Conta a embaixada que grande parte dos comentários partiram de uma “simples” solução: enviar exércitos de turistas chineses para comer as ostras.

O que era uma brincadeira,foi também transformado numa pequena provocação, com a sede da diplomacia dinamarquesa em Pequim a dizer que se podia aproveitar tal situação para facilitar a atribuição de vistos aos cidadãos chineses para que estes “pudessem visitar a costa e tratar do problema dos moluscos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.