Uma das alterações mais “importantes” incluídas na nova Constituição e “já em vigor”, prende-se com a criação da Secretaria de Comunicação, que reúne as diferentes fontes de informação do Vaticano, segundo noticia a agência Associated Press (AP).

Também a criação do Serviço de Desenvolvimento Humano é considerada uma das “maiores mudanças” do novo documento.

Aquele serviço “reúne as questões sociais da Igreja ou da Secretaria para a Economia, que administrará todas as finanças do Vaticano, incluindo os fundos da Secretaria de Estado”.

De acordo com a AP, a nova Constituição, com 52 páginas, e que vai mudar “completamente” o organigrama da Santa Sé, “entrará em vigor no dia 05 de junho.

Nessa ocasião, será revogado e substituído o “Pastor Bonus”, promulgado, em 1988, por João Paulo II.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.