“O Parlamento está disposto a votar a tempo de permitir à nova Comissão começar em 1 de dezembro e pede uma designação rápida dos três novos candidatos a comissários”, escreveu o porta-voz da assembleia, no final de uma reunião da Conferência de Presidentes, que reúne o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, e os líderes dos diferentes grupos políticos.

A reunião serviu para fazer o ponto da situação das audições do Parlamento Europeu aos comissários designados para o colégio do futuro executivo liderado por Ursula von der Leyen, findas as quais três foram ‘chumbados’, sem que tenham sido ainda apresentados nomes para os substituir, o que impossibilita os eurodeputados de votarem a Comissão como um todo na próxima semana, como inicialmente previsto, e, consequentemente, a entrada em funções da Comissão em 1 de novembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.