O ataque ocorreu na província de Minya, a sul do Cairo, e o autocarro dirigia-se ao mosteiro de San Samuel, disse uma fonte de segurança à agência noticiosa espanhola EFE.

A agência France-Presse refere a existência de 20 mortos, indicando como fontes a televisão estatal e responsáveis.

Segundo o porta-voz, os feridos foram distribuídos por três hospitais. O ataque ocorreu um mês e meio depois de atentados contra duas igrejas coptas, que causaram 45 mortos e foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Os coptas representam entre 10 e 12% da população egípcia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.