O Comité de Petições britânico anunciou hoje na sua página da rede social Twitter que “perto de 2.000 assinaturas estavam a ser completas a cada minuto”, sendo que às 19:00 a petição contava com 1.000.820 assinaturas, ultrapassando rapidamente o número mínimo de assinaturas necessárias (100.000) para ser debatida no parlamento britânico

“A taxa de assinaturas é a mais alta com que o ‘site’ já teve de lidar”, anunciou o comité na rede social.

“Revogar o artigo 50 e permanecer na UE” é o título da petição lançada por Margaret Anne Georgiadou.

Citada pela BBC, Margaret Anne Georgiadou considera que “para muitas pessoas é agora ou nunca”, acrescentando que os militantes pró-UE como ela têm sido “reduzidos ao silêncio e ignorados” desde o referendo de junho de 2016 que decidiu o ‘Brexit’ por 52% dos votos.

A petição ‘online’ surge na sequência do pedido de adiamento do ‘Brexit’ até 30 de junho feito pela primeira-ministra Theresa May à UE.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.