Numa nota divulgada esta quarta-feira no site da Presidência da República é reafirmado ainda que Marcelo Rebelo de Sousa só se pronunciará depois de apresentada a proposta por António Costa.

"Tal como esclareceu em Leiria no sábado passado e ainda ontem em Celorico de Basto, em resposta aos órgãos de comunicação social, o Presidente da República nunca manifestou, nem pública nem privadamente, qualquer posição sobre a matéria respeitante à nomeação do Procurador-Geral da República. Pelo contrário, sempre afirmou que essa matéria seria apenas objeto de apreciação uma vez apresentada a proposta pelo Primeiro-Ministro", lê-se na nota.

A permanência de Joana Marques Vidal à frente da PGR ou a sua substituição tem dominado a agenda política.

Joana Marques Vidal termina o seu mandato de seis anos como procuradora-geral da República a 12 de outubro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.