O Departamento de Investigação Criminal de Braga explica, em comunicado enviado às redações, que os dois incêndios, de origem dolosa, ocorreram este mês e tiveram início numa dependência da moradia onde o detido vivia, juntamente com outro familiar.

"Os mesmos não atingiram outras proporções devido à pronta intervenção de uma testemunha, no primeiro caso, e dos Bombeiros de Ponte de Lima, na segunda situação, que extinguiram o fogo, impedindo a sua propagação à restante habitação", especifica a PJ.

Segundo aquela força policial, o homem, de 48 anos, detido no domingo, "utilizou chama direta para deflagrar o incêndio".

Os incêndios ocorreram na quinta-feira e no sábado.

O detido vai ser hoje presente à autoridade judiciária competente, para sujeição a primeiro interrogatório de arguido e aplicação de medidas de coação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.