"A PJ de Braga tomou conta do caso e vai tomar diligências de investigação. Presume-se que as as ossadas sejam humanas, mas tudo dependerá da verificação do Instituto de Medicina Legal (IML) e da investigação da PJ, mas é um processo moroso", explicou aquela fonte policial.

Contactado pela Lusa, o segundo comandante da PSP, Raul Curva explicou que o alerta foi dado pelo proprietário do terreno, situado na rua Frei Luís de Sousa, na freguesia de Meadela, sendo que o caso transitou para a alçada da PJ.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo adiantou ter recebido o alerta para o caso às 11:36.

No local compareceram seis operacionais e três viaturas da PSP e PJ.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.