Os manifestantes, que se encontravam no terminal 1, na zona onde se efetuam os 'check-in', tentaram bloquear sem êxito as entradas na zona central, usadas pela polícia para entrar no edifício.

Centenas de jovens rodearam os agentes para tentar bloquear o acesso àquela zona, recorrendo aos carros de transporte de bagagem do aeroporto e com algumas grades, que limitam habitualmente os balcões das companhias aéreas.

Esta tarde, e pelo segundo dia consecutivo, as autoridades aeroportuárias de Hong Kong cancelaram a saída de todos os voos devido a mais um dia de protesto, o quarto consecutivo, que ocupou os terminais do aeroporto internacional e aconselharam o público em geral a não se deslocar para o local.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.